quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Alguém II

Tanto medo de ser quebrada. Uma armadura invisível, que afastou os impostores. Uma guerreira. Portadora da beleza e de uma sabedoria, capaz de manter sua doçura completamente controlada, e escondida a sete chaves. Correu contra os princípios e voltou a abraçar seu próprio orgulho enquanto depois se escondia, com medo. Medo de tudo, medo de todos. E principalmente, medo de ninguém. Da solidão.

Poucas pessoas poderiam ver aquela doce menininha que eu, eu vejo. Se olhar ainda agora, verá aquele sorriso sincero, e aquela preocupação no meio da noite. Não é como se fosse impenetrável como parece.

Seu coração, quando é entregue, é de alma, é como o de poucos. Raramente verá esses sentimentos se estiver tomado pelas imagens. Os ângulos sempre ampliam as visões, e eu te convidaria a ver deste ponto de vista, se isso não fosse privilégio para poucos.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (Tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 14:50

8 comentários:

Mulher... disse...

Amanda Harris *-* -not Mas é sério, muito igual mimimi. ;__; Lindo demais, amor.

criseadolescente disse...

liiiiiiindo, voce passa muitos sentimentos com poucas palavras, voce sabe sempre o que escrever e acaba passando mais do que espera. perfeito .

Carol N. disse...

Mais que perfeito, você tem um dom de se expressar incrível, queria muito ser assim. Parabéns, sabe que sou tua fã né

Rodolpho Padovani disse...

Esse "alguém" tem uns pontos em comum comigo.
Gostei bastante desses seus textos baseados nas pessoas que vc conhece.

Bjs =)

Anônimo disse...

sem comentários e como sempre te parabéns minha tequila haha...
beijos meu anjo cv

Aline Camilo disse...

gostei disso: 'Seu coração, quando é entregue, é de alma, é como o de poucos.'

sou bem assim às vezes... :D
belo texto.

beeeeeeeeeeijos

R. Z. M. disse...

Eu simplesmente adorei!

Eu vi a mim nesse texto! Lindo lindo!
Parabéns...

um beijo

Marcelle disse...

Ficou perfeito. Realmente, perfeito! Acredito que um dos melhores que você já escreveu, embora seja muito difícil escolher qual é melhor que qual. Essa parte então, ficou muito boa: "Os ângulos sempre ampliam as visões, e eu te convidaria a ver deste ponto de vista, se isso não fosse privilégio para poucos." Amei! *-*

Postar um comentário