sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Não mude

Mesmo já tendo ouvido muito sobre mim mesma, preferi permanecer peneirando as opiniões alheias e captando a emoção em cada descrição que cada um faria de mim. Mesmo que eu já estivesse cansada de ouvir o quanto sou tantas coisas ruins, eu lembrava que poderia ser coisas boas, bastava olhar por outra perspectiva. Eu desisti de tantas coisas, por tantos sorrisos passageiros. Eu vi tanta gente de costas, eu venerei falsas pessoas, eu corri contra a corrente e caí com medo de não levantar. Tudo isso por mudar por quem me critica, à medida que, quem me ama, nunca esperaria que eu mudasse.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 20:53 16 comentários
sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010
Não mude Mesmo já tendo ouvido muito sobre mim mesma, preferi permanecer peneirando as opiniões alheias e captando a emoção em cada descriçã...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 20:53 16 comentários
quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010
Boa tarde!
Primeiramente, gostaria de agradecer muito, pois ontem bati meu recorde de número de comentários, o que significa muito para mim. Quero dizer a todos o meu muito obrigada e que, sim, mais tarde responderei comentário por comentário :D Estou recebendo novos seguidores também, o que é muito legal. Mas tenho que confessar, tenho divulgado MUITO.

Labirinto

Eu sempre fui de falar muito, mas de um tempo para cá, resolvi observar mais. Observar e questionar é sempre mais inteligente e útil do que falar sem parar. E ao iniciar as minhas observações, automaticamente me vieram dúvidas. Eu via a forma com que as pessoas diziam as coisas sem nem ao menos saber o quão importantes poderiam ser para outras, e me questionava se essas pessoas não percebiam que esse é o pior tipo de mentira, que nem o mentiroso percebe. Eu via aqueles apaixonados, que se desfaziam de tanta paixão tão depressa, e aqueles desapaixonados, que morriam de amor, com a mesma rapidez. Então novamente me questionava se esses, não viam o quanto se enganavam ao fazer acontecer algo que apenas querem, não que sentem. Eu via aqueles que aparentam ser tão seguros de uma verdade absoluta, mas que não eram capazes de defender suas próprias teorias com medo de serem contra-ditos, ou atacados. Eu me questionava se isso era certeza ou orgulho. Eu me questionei inúmeras vezes se um dia vamos ter as respostas das nossas perguntas, e me questionei, se faço o certo em questionar tudo, ou estou desafiando as leis superiores. Eu me questionei tantas vezes que me perdi em questão. Perdi-me e encontrei-me em dúvidas sem respostas que me ocasionaram soluções plausíveis de continuar vivendo, para que um dia, tenhamos a resposta para nosso labirinto que chamamos de vida.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 13:40 14 comentários
quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010
Boa tarde! Primeiramente, gostaria de agradecer muito, pois ontem bati meu recorde de número de comentários, o que significa muito para mim....
Postado por Gabrielle Pires Silva às 13:40 14 comentários
quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010
Boa tarde a todos!
Eu queria comunicar-lhes, que o texto de hoje, faz parte uma competição que estou participando no Blorkutando e quero pedir-lhes que desejem-me sorte porque eu vou precisar rs. O tema da competição é a banalização do amor. Eu tentei, e aqui estou, postando. Espero que aprovem, mesmo que eu não ganhe rs.

Falsos Amores

Eu sabia o quanto aquilo era importante, ou pensava saber. Mas sabia também o quanto nem sempre poderia ser sincero, e isso me magoava ao escutar, ao ouvir cada letra minuciosamente pronunciada sem sentimento. O ‘eu te amo’ já não era uma declaração, e sim um cumprimento. A cada esquina, a cada olhar, despertar e ouvir um ‘eu te amo’, havia deixado de ser especial, era como ouvir uma saudação comum, era como ouvir que hoje iria chover, ou que é bem-vinda em tal estabelecimento. Ao desejar-me felicidades, logo viria um ‘eu te amo’ embutido, junto à boa educação. Ao me agradecer, junto, viria um ‘eu te amo’, por me ajudar, por ser tão generosa. Ao me amar, viria esta mesma ‘expressão’, agora tão casual, e não haveria impacto. A medida de que já fora dito isso, por pessoas sem tanta importância, pessoas que talvez nem se lembrem a cor ou a profundidade do meu olhar. Eu poderia ouvir e talvez não guardá-la como algo especial, ou ouvir e me magoar, acreditando ser uma vez, verdadeira, e na verdade talvez fosse mais um desses falsos amores. Ou eu podia ignorar esses ‘eu te amos’ e trocar por simples, ‘ a gente se vê’.


Escrito Por: Gabrielle Pires Silva (tequila)



Postado por Gabrielle Pires Silva às 14:01 27 comentários
quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010
Boa tarde a todos! Eu queria comunicar-lhes, que o texto de hoje, faz parte uma competição que estou participando no Blorkutando e quero pe...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 14:01 27 comentários
terça-feira, 23 de fevereiro de 2010
Velha Infância

Eu queria voltar a ser criança. Andar descalça com a roupa rasgada, o joelho ralado com um band-aid por cima, o cabelo bagunçado e o cheirinho doce natural. Eu queria voltar a ser criança pra ter expectativas da adolescência, pra sonhar com minha boneca nova e acordar com ela do lado. Eu queria voltar a ser criança pra acreditar em todo mundo, não ter que pensar por um segundo no que eu chamo de sofrer. Eu queria voltar a ser criança, pra não magoar ninguém com as minhas palavras, pra não ter que disfarçar a verdade, pra não me apaixonar e nem sofrer por saudade. Eu queria voltar a ser criança pra acreditar que tudo é uma brincadeira, e com a pureza de uma menina, sorrir incansavelmente e nem saber o que significa desilusão. Eu queria voltar a ser criança por uns dias, por toda a vida. Eu só queria voltar a ser criança, e retomar aquele sentimento. eu só queria aquele sentimento de novo. Eu queria ser criança. Mas quando eu era criança, eu queria crescer.

escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)



Postado por Gabrielle Pires Silva às 21:13 8 comentários
terça-feira, 23 de fevereiro de 2010
Velha Infância Eu queria voltar a ser criança. Andar descalça com a roupa rasgada, o joelho ralado com um band-aid por cima, o cabelo bagunç...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 21:13 8 comentários
segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Ela Ela era apenas mais uma garota, sem grandes pretensões ou méritos. Não se iludia em histórias infantis quando pequena, mas agora vivia numa bolha solitária, porque sentia medo de se magoar. Ela era apenas mais uma. Uma que vivia perdida entre as mil dúvidas que colecionava. Não tinha medo do escuro, mas gostava das luzes iluminando sua vida, esperando que trouxesse as respostas que esperava para preenchê-la de certeza, para destruir esse vazio que ela mesma criou. Ela era um nada, mas poderia ser muito. Ela não se via no reflexo do espelho, porque se bloqueava de ver a verdade. Ela não era uma pessoa específica, era uma garota, como outra qualquer, que sofreu por amor.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 20:42 10 comentários
segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010
Ela Ela era apenas mais uma garota, sem grandes pretensões ou méritos. Não se iludia em histórias infantis quando pequena, mas agora vivia n...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 20:42 10 comentários
domingo, 21 de fevereiro de 2010

Contratempo

O meu mundo nunca girou tão rápido. Eu respirava devagar para enganar o tempo, mas ainda sim, o perdia entre os meus dedos. Eu estava envelhecendo, não de uma forma brusca, mas dia após dia estava achando meus problemas antigos sem tanta importância, estava trocando minhas preocupações, por preocupações maiores e estava sentindo prazer em coisas pequenas, sabendo que eles poderiam não voltar a acontecer. Não estava mais sentindo vergonha dos meus riscos, das coisas que disse sem mesmo sentir, das coisas que eu quis sentir em segredo, mas deixei escapar. Nada disso era relevante e eu só queria viver uma vida diferente, queria experimentar novas emoções e até me arriscar em novas dores. Eu não estava acompanhando a velocidade em que minha vida corria, e tropeçava neste caminho, correndo, contra o tempo, contra tudo, perdendo alguns pequenos momentos, em busca de algo maior. Eu não queria que tivesse sido assim, mas eu abandonei grandes expectativas em busca de maturidade e paz interior. Eu perdi algumas crenças e algumas incertezas, eu não sei se foi pra melhor, mas eu tive que mudar.

Escrito por:Gabrielle Pires Silva(tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:29 10 comentários
domingo, 21 de fevereiro de 2010
Contratempo O meu mundo nunca girou tão rápido. Eu respirava devagar para enganar o tempo, mas ainda sim, o perdia entre os meus dedos. Eu e...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:29 10 comentários
sábado, 20 de fevereiro de 2010

Pertences

Eu podia jogar meu relógio no lixo, achando que ele estava com defeito. Mas ele não estava, e eu não o joguei, porque no fundo, ainda sabia que o problema era comigo, e por isso o tempo não passava, embora já tivesse passado muito tempo. Eu poderia jogar minha borracha fora, achando que ela estava com defeito. Mas ela não estava, e eu não a joguei, porque no fundo ainda sabia que o problema era comigo, e por isso ela não apagaria nada, nada que eu não quisesse apagar de verdade. Eu estava sentindo frio, e meu casaco não me aqueceria mais, embora eu já soubesse que o defeito não estava em meus pertences, estava na falta de pertencer.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:23 10 comentários
sábado, 20 de fevereiro de 2010
Pertences Eu podia jogar meu relógio no lixo, achando que ele estava com defeito. Mas ele não estava, e eu não o joguei, porque no fundo, ...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:23 10 comentários
sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Às vezes

Às vezes é preciso colocar-se em primeiro lugar, de tudo e de todos, sem sentir-se egoísta ou culpado por isso. Às vezes é preciso calar e ouvir os mais velhos, por mais que eles digam coisas que não te parecem úteis agora, servirão no futuro. Às vezes é preciso deixar de amar, pra ser amado e às vezes não importa o quanto você corra, existem coisas que sempre estarão longe do seu alcance. Existem os que acreditam em destino, e cruzam os braços esperando que este, resolva tudo. Existem os que acreditam em batalhar pelos seus sonhos, e movem o mundo todo para que seu próprio mundo saia do lugar. Existem os que acreditam em livre-arbítrio e examinam cada escolha, cada caminho seguido. Existem aqueles que são felizes sem muito esforço, mas existem aqueles também que se queixam de tudo. Às vezes, somos um pouco de cada um, somos o que levamos de tanta convivência. Às vezes é preciso mudar para se encaixar, mas talvez nunca se aceitar. Às vezes as hipóteses nos encham de dúvidas, mas às vezes são elas que nos trarão certezas

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:27 10 comentários
sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010
Às vezes Às vezes é preciso colocar-se em primeiro lugar, de tudo e de todos, sem sentir-se egoísta ou culpado por isso. Às vezes é preciso ...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:27 10 comentários
Importante!
O motivo de eu estar postando agora não é para postar textos, mas sim, postar o selo que eu ganhei do Carlos e agradecer a ele, logicamente por ter se lembrado de mim né? Portanto é um post especial. Vou postar o selo e cumprir as regras que são: Dizer 7 coisas sobre mim *-* e passar para 7 blogs *-*


7 COISAS SOBRE MIM
1- Tenho 4 irmãos mais velhos do que eu
2- Estou no 2º ano do 2º grau
3- Sou apaixonada pelo Nick Jonas
4- A maioria dos meus textos escrevo em aulas que não entendo nada
5- Sofro de cino-fobia
6- Sou pisciana com ascendente em câncer
7- Não durmo sem meu ursinho Balinha e minha elefantinha Suzana Marie

Postado por Gabrielle Pires Silva às 00:36 4 comentários
Importante! O motivo de eu estar postando agora não é para postar textos, mas sim, postar o selo que eu ganhei do Carlos e agradecer a ele...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 00:36 4 comentários
quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010
De volta amores!
De volta do carnaval, agora nada vai impedir de postar todos os dias novamente. Ainda no assunto do carnaval, espero que tenham aproveitado muito, porque eu o fiz. Tirando os imprevistos como perder celular, uns vizinhos encrenqueiros, correu tudo bem, e estou cheia de inspiração para novos posts.

Vida Simples

Eu me propus a viver a vida de um jeito simples, e enquanto eu o fazia, eu ainda podia observar gente que não se importa com a opinião dos outros, e faz sempre o que quer, pude ver gente que não faz nada por ninguém, que só se interessa no próprio benefício e gente que vive tentando agradar, preocupado demais em satisfazer outras pessoas. Dessas pessoas eu pude admirar apenas as primeiras, que não se importam com a opinião dos outros. Sendo você mesmo você faz outras pessoas felizes, e ainda sim, é feliz. As outras duas, senti pena, e desejei distância. Não é possível viver com tais pessoas, não por muito tempo. Ser dono de um sorriso é melhor que ser dono da verdade. Ser dono de um coração é melhor que ser dono da razão, e ouvir um ‘eu te amo’ é completamente melhor do que qualquer elogio. A maneira simples que a vida te dá de viver, faz-te aprender que enquanto fores sincero contigo mesmo, estarás fazendo pelo menos, alguém feliz.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 16:16 9 comentários
quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010
De volta amores! De volta do carnaval, agora nada vai impedir de postar todos os dias novamente. Ainda no assunto do carnaval, espero que te...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 16:16 9 comentários
quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010
Boa Tarde!
Esse provavelmente é meu último post da semana, porque viajo semana que vem, e ainda não sei que horas partirei, então, novos textos só depois do Carnaval rs. Nada demais, já que ninguém liga o computador durante essa semana né? Pois então, o texto que eu vou postar hoje, eu escrevi ontem de madrugada e estava ansiosa para postá-lo.

Necessária aprendizagem

Durante a vida faz-se necessário aprender regras como que perdoar-se é mais importante que perdoar, porque não importa quantas vezes você peça perdão a alguém, só vai sentir-se mais leve quando se perdoar. Correr contra o tempo é perda total, e dizer que ama sem amar é iludir sem sentir. Não há nada que cure as mágoas melhor que o tempo, desistir sem tentar não é vitória para ninguém. Medalhas de bronze podem valer mais que ouro porque esforços sempre devem ser reconhecidos. Qualidade não é o mesmo que virtude, e dom é algo que poucos tem e menos ainda utilizam. Sentir-se fraco é algo corajoso e se envaidecer de tudo é puro medo. Cantar não espanta males se não cantar com coração. Amor é totalmente diferente de paixão. Viver é mais difícil quando se tem que conviver, tentar é mais difícil quando se tem muitas chances de perder. Ser sincero não devia doer e ninguém deveria ter medo de morrer.

Escrito Por Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 14:54 12 comentários
quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010
Boa Tarde! Esse provavelmente é meu último post da semana, porque viajo semana que vem, e ainda não sei que horas partirei, então, novos tex...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 14:54 12 comentários
quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Insistência

A vida te dá mil maneiras de enxergar a verdade e o caminho certo, você só vai prestar realmente atenção e aprender, com a maneira mais dura. Por mais que seus olhos estejam totalmente abertos, você não vai desistir até realmente sentir-se sem forças, e isso é uma regra. As pistas surgem, mas não são enxergadas, apenas vistas. E quando o erro começa a pesar, culpamos a vida, o destino, e nunca a nós mesmos, que deixamos passar despercebidos, os pequenos sinais, os pequenos acontecimentos que nos diziam a mesma coisa, sem nos magoar tanto. Não por sermos tolos, mas por sermos insistentes. Insistentes naquilo que acreditamos.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:52 8 comentários
quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010
Insistência A vida te dá mil maneiras de enxergar a verdade e o caminho certo, você só vai prestar realmente atenção e aprender, com a man...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:52 8 comentários
terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Bom dia

O que você fez hoje? Muita coisa? Nada? Poderia eu, dar uma sugestão? Você por algum acaso já deu ‘bom dia’ ao sol? Ele tem te iluminado há tanto tempo, ele tem feito o seu corpo reagir, com fibras e força, ele tem guiado seu caminho, clareado suas idéias, reluzido seus olhos e seu sorriso. Já deu risada de si mesmo? A cada risada de si mesmo que você dá, você começa a se encarar diferente, como alguém que erra, mas que continua tentando, como alguém que não sabe o que dizer, mas ainda tem quem te ouve, como alguém que está vivendo, para ser feliz, não só para fazer feliz. Você já falou que ama alguém? Nem que seja alguém óbvio? Ao dizer que ama alguém você cativa novos amores, ao dizer que você ama alguém, se torna mais amado, amável e doce. Ao dizer que ama alguém, você expressa o que quem você ama, merece ouvir. O que você fez até agora foi realmente útil?


Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:17 7 comentários
terça-feira, 9 de fevereiro de 2010
Bom dia O que você fez hoje? Muita coisa? Nada? Poderia eu, dar uma sugestão? Você por algum acaso já deu ‘bom dia’ ao sol? Ele tem te ilumi...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:17 7 comentários
segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010
Mil desculpas à todos!
Não tenho sido uma boa blogueira, nem presente. Isso é óbvio. Não estava dando muito certo aquele horário, então agora, acho que postarei mais cedo, para não acontecerem outros imprevistos haha. Eu sei que vocês me entendem, e hoje, pra compensar, vou postar dois textos

Sem cerimônias
Photobucket
Siga em frente, sem cerimônias, sem grandes atuações. Sem grande estilo, apenas com vontade, coragem e determinação. Com sensibilidade para entender o que foi feito de errado e corrigir o que pode ser melhor.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Quem tem sido você?

Photobucket

Quem tem sido você? Aquele que tem visto acontecer? Ou aquele que tem feito acontecer? Quem tem sido você? Aquele que riu de alguém ou aquele que riu com alguém? Quem tem sido você? Aquele que não amou por medo? Ou aquele que teve medo de tanto amar? Quem tem sido você? Aquele que assiste ou aquele que participa de um filme? Quem tem sido você na sua própria vida?

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:45 11 comentários
segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010
Mil desculpas à todos! Não tenho sido uma boa blogueira, nem presente. Isso é óbvio. Não estava dando muito certo aquele horário, então agor...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:45 11 comentários
sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010
Planejamento de vida

Tudo é tão relativo, são tantos os momentos que decretamos felicidade eterna, e logo depois estamos chorando sem parar afogados no desespero. Tudo é tão monótono e quando surge um sentimento que nos tira da rotina, queremos destruí-lo por medo. Mas não cansamos de reclamar do tédio. É sempre tão supremo gostar de alguém e sempre tão pedante a queda da decepção. Enfim, em nenhum momento sabemos o que queremos. Mas calculamos o que fazemos. Nesse balanço perdemos o improviso e a simplicidade da autenticidade dos sentimentos, e deixamos de vivenciar grandes momentos.


Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 17:51 7 comentários
sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010
Planejamento de vida Tudo é tão relativo, são tantos os momentos que decretamos felicidade eterna, e logo depois estamos chorando sem parar ...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 17:51 7 comentários
quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

PIRES SILVA
encontre sua verdade nos olhos de alguém

Não deixe as regras te dominarem, você impõe seus limites e o horizonte é amplo pra todo tipo de idéias. A beleza está nos olhos de quem a vê, não há uma forma certa, um padrão. Descubra seu talento, seu objetivo e mantenha o foco, e só se distraia com o que puder acrescentar-te algo. Nunca deixe a sua felicidade pra amanhã, quem vai determinar o seu sorriso é você mesmo, afinal melhor acordar arrependido do que dormir na vontade. Se enturme com a felicidade e ela fará parte de você.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 22:45 11 comentários
quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010
PIRES SILVA encontre sua verdade nos olhos de alguém Não deixe as regras te dominarem, você impõe seus limites e o horizonte é amplo pra ...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 22:45 11 comentários
terça-feira, 2 de fevereiro de 2010
Boa Noite Amores!
Hoje em especial, vou postar um texto que eu escrevi pra uma pessoa muito ingrata que precisou de mim numa certa vez e eu, sem saber como solucionar as coisas para ela, fiz esse texto, como um incentivo para que ela corresse atrás da verdade dela mesma. Mas aí a gente quase não é mais amiga, e, ah, acho que não serviu para nada esse texto. Então espero que sirva para algum leitor. É um dos meus preferidos *-*

Aprenda
Não deixe nunca que alguém te faça infeliz, pois existem outras pessoas que querem te ver bem, e o certo da humanidade seria que a maioria vencesse, então pense que a maioria torce pela sua felicidade. Espere calmamente a luz do dia iluminar a sua vida, e corra atrás dos seus sonhos. Aprenda a confiar em quem merece, e a amar a todos, mesmo sem ter o mesmo sentimento em troca. Aprenda que nenhum sentimento é igual. Então ninguém nunca te amará reciprocamente. Mαs nem por isso não te amará. Quando aprenderes esses valores, já não dará tanto valor à coisas pequenas, e continuará contagiando aos outros com seu sorriso. Seu sorriso que ilumina a alma de quem te ama. Entenda que existem pessoas que não querem seu mal, mas também não querem seu bem. Mas aprenda que as que querem seu bem, preferirão ver o próprio mal do que lhe ver sofrer. E descubra que os dias podem passar, as coisas podem se modificar, mas sentimentos verdadeiros não mudam. E quem te ama de verdade continuará te amando pra sempre. Por mais que você erre, por mais que você se mαntenha distante. Não deixe que por um instante os sentimentos ruins te tragam pensamentos que possam acabar com a sua vida. A sua vida pode parecer tão insignificante para você, quanto para alguém, que tenha que viver a vida sem você. Então, analise por quem vale a pena lutar, sofrer, perdoar e acreditar. Lute pelos seus valores, alguém vai te amar do jeito que você é. Você só precisa ser você mesma e acreditar nisso. É com fé que conquistamos as fortalezas.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)
Postado por Gabrielle Pires Silva às 21:42 8 comentários
terça-feira, 2 de fevereiro de 2010
Boa Noite Amores! Hoje em especial, vou postar um texto que eu escrevi pra uma pessoa muito ingrata que precisou de mim numa certa vez e e...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 21:42 8 comentários
segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010
Desculpas
Por não ter postado ontem gente, cheguei tarde em casa e nem dava mais. Mas domingo é a folga de todos então acho que serei compreendida. Os comentários estão diminuindo, o que me deixa menos motivada também, mas não me faz desistir. Ah, isso não

Paixão

Paixão é ter os olhos molhados seja de tristeza ou felicidade. Paixão é sentir seu coração palpitar seja de ansiedade, orgulho ou dor. Paixão é sentir seu corpo estremecer por algo, alguém. Paixão é olhar pro céu e pedir outra chance, pra recuperação de um amor sincero. Paixão é defender o q te faz ser um apaixonado, com toda a sua força, garra e coragem. Paixão é estar confiante e apaixonado, mesmo nas derrotas. Paixão é abraçar e dizer EU AINDA ESTOU APAIXONADO apesar de tudo isso

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 22:19 6 comentários
segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010
Desculpas Por não ter postado ontem gente, cheguei tarde em casa e nem dava mais. Mas domingo é a folga de todos então acho que serei compre...
Postado por Gabrielle Pires Silva às 22:19 6 comentários