quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Último gole


Tomei mais um gole daquela paixão. Jurava ser o último. Já estava completamente embriagado daquilo, que eu dizia já não estar mais correndo no meu sangue. Estava tonta e já nem mesmo sabia como voltar para casa. Os vultos não criavam formas, as falas estavam todas tão misturadas. Perdi o controle de mim mesma e só ouvia os ruídos aleatórios. Estava só. Aquilo se tratava de você, estava aos poucos tomando do teu amor, que me envenenava e me embriagava sem perceber. Estava aos teus pés, e quando acordei, nem sabia mais onde estava. O pior de tudo, é que isso não passaria no dia posterior, nem depois quando eu acordasse.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (Tequila)

Postado por Gabrielle Pires Silva às 21:17

8 comentários:

Báh :) disse...

Lindo texto *-* Parabéns, tu tens futuro! :D

Camila disse...

Que lindo *-*
"tomei mais um gole daquela paixão"

É, a gente nunca aprende.

Ray Fernandes! disse...

"Estava aos teus pés, e quando acordei, nem sabia mais onde estava." mas precisamente, não sabia onde VOCE estava, eu havia me perdido, porque você ocasionou isso!

Laila Saltoris disse...

"Tomei mais um gole daquela paixão. Jurava ser o último." a gente sempre jura ser o ultimo! rs

o texto tá lindo...
já pedi pra me ensinar, né? hahah
pleasee

Marcelle disse...

o título causa um trocadilho, e parece que será seu último post, rsrs. não pode! ;) enfim, adorei o texto, maravilhoso, inspirador e direto como sempre *-*

Aline Garcia disse...

texto f..!!

absinthe disse...

é uma das piores ressacas. gostei muito do teu blog e principalmente do título, haha ler-te-ei sempre.
beijos.

Lorenna'Lopes disse...

seguindo ^^.

Postar um comentário