quinta-feira, 8 de março de 2012

Amores

Existem amores que superam tudo. Suportam a dor, a humilhação, a vergonha e a traição. Existem amores que renascem onde tudo estava em cinzas. Na verdade nem nunca morreram.
Existem amores que proliferam novos amores, que duplicam, multiplicam, quintuplicam a energia positiva e aumentam a quantidade de pessoas que acreditam neste.
Existem amores que suportam tudo. Até mesmo o insuportável.
Existem amores que simplesmente por existirem, se bastam, se completam, mesmo não se tratando de medidas iguais. Nem parecidas.
Existem amores que correm nas veias sem nenhuma ligação sanguínea. Existem amores que curam dores.
Existem amores que sucumbem o tempo, aumentam apesar dos mal feitos e que se perdoam sem pedir perdão. Existem amores que não acabam nem no fim.
Existem amores que amam sozinhos. Que por tanto amar, liberam a outra parte.
Existem amores que doem, existem amores que machucam, existem amores apenas para que cure.
Existem amores que juram nunca mais e tratam de descumprir o juramento na primeira oportunidade. Existem amores que nunca desistem.
Existem amores que morrem amando, que vivem morrendo de amor.
Existem amores que machucam tentando proteger.
Existem amores que machucam tentando deixar de ser amor.
Existem amores com todo tipo de rancores, pudores e pavores.
Mas apesar de tudo, só esses, capazes de superar tudo, que já se puseram à prova diversas vezes e sobreviveram, podem ser chamados de amores.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva
Postado por Gabrielle Pires Silva às 19:22

6 comentários:

Laila Saltoris disse...

Esse texto veio no momento PERFEITO pra mim, completei 3 anos de namoro ontem! *-*
Nem preciso falar o quanto AMEI, né?

Thaís Lima disse...

Nossa, é lindo demais! *-*

Clarinha disse...

Lindo esse texto e concordo com tudo. O amor realmente só vem com o tempo..

Bjs
http://maviealeatoire.blogspot.com/

Mayara Regalo disse...

lindo lindo lindo! Escreveu muito bem! Falou do amor e de todas as suas facetas! Lindo,Gabizinha! Parabéns pelo sucesso! =D

Victória Barros disse...

Lindo, Gabi!!! Realmente são diversos os tipos de amor e as suas descrições foram maravilhosas! Parabéns :)

Joice disse...

Mas apesar de tudo, só esses, capazes de superar tudo, que já se puseram à prova diversas vezes e sobreviveram, podem ser chamados de amores.
Então é isso mesmo...
Adoreei texto, Parabéns arrebentou como sempre :D

Postar um comentário