segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A espera

A espera faz tudo mais sedutor, mais avassalador. A espera é o que move o impaciente e dispara até mesmo o mais complacente. Não só por dias. Por horas, semanas, meses e minutos. A espera intensifica o desejo.
A espera faz ser único o momento. Por menor e mais insignificante que ele seja. Dá mais valor a um fato, do que ele realmente possuiria em suma.
Aquele que espera, que aguarda, anseia um desejo, uma expectativa, traceja pequenamente seus próprios atos enquanto imagina, delirando em realizações mentais.
A espera é o ato de anteceder um acontecimento na mente, focando os olhos em direção às janelas, aos relógios.
A espera que nunca chega, a espera de uma vida, de um sorriso. A espera de um milagre. De um encontro, de um sonho ou de uma noite de amor [...] A espera sempre está por vir, mas é tão presente que quase se sente vivida.
A espera é a ansiedade do crime que cometerás, um plano que cumprirás, do embrulho que abrirás revelando presentes e surpresas. A espera é por mais um ano de vida, ou pelo tempo que leve a dor embora.
Sempre esperando, tentando adiantar o tempo e imaginando que a espera nos leve a parar de esperar, só aproveitar o esperado acontecido. E porque não o inesperado?
A espera faz de tudo um pouco mais permanente, mais vívido na memória. A espera nunca acaba. Esperamos sempre mais um pouco de tudo, um pouco mais da vida.
E a cada pausa, a cada novo segundo, esperamos uma nova espera.

Escrito: Gabrielle Pires Silva
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:33

9 comentários:

Thaís Lima disse...

"A espera nunca acaba. Esperamos sempre mais um pouco de tudo, um pouco mais da vida.
E a cada pausa, a cada novo segundo, esperamos uma nova espera."

Victória Barros disse...

Lindo texto, Gabi, como sempre! Parabéns =)

Jéssica Faria disse...

Gabrille, quando te ver pessoalmente vou me achar sua amiga de infância... parece q me conhece e sabe o que estou pensando.. e sempre fala em suas frases lindas algo q preciso ouvir.... beijo sua linda ^^

Clarinha disse...

Que texto lindo, me identifiquei e estou num momento de reflexão justamente sobre isso.

Bjs
http://www.maviealeatoire.blogspot.com/

Laila Saltoris disse...

Como vc consegue transformar uma coisa tão chata de se passar (espera) em um texto lindo desses!? Com essas palavras lindas?!
Admiro demais essa sua capacidade de analisar coisas simples e transforma-las nesses textos maravilhosos, com sentimentos que as vezes eu sinto mas não consigo explicar, e vc consegue, da forma mais linda!
Parabéns mais uma vez,meu amor!

Andressa França disse...

Parece que foi pra mim o.O Gostei muito!

Gustavo disse...

Fatão esse texto ae hein ! Esperar é sempre um bom remédio pra não se precipitar.

Izza m. Santos disse...

Seus textos são perfeitos, quando a pessoa começa a ler ela não quer para, a linguagem usada é perfeito. Adoroo seeus textos.
Beiju'sz

Rodolpho Padovani disse...

Eu sei que apesar de não ter paciência de esperar eu espero, porque o que mais posso fazer? A espera é parte constante da vida, afinal, esperamos até pra nascer.

Beijos.

Postar um comentário