segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Metades das minhas metades

Uma metade sem outras partes. Desencontrei-me das partes que me encaixam, do que me preenche e me tornei a única pessoa sem outra metade.
Vago na estrada mais longa sem nenhuma perspectiva de chegada, sem saber a hora da parada. Afinal onde está o meu lugar?
Ao lado de novos sorrisos, novos corações e novas aventuras, palpito uma chegada. Penso descobrir o que ansiei, mas logo perco-me novamente no vazio que não me preenche, não me invade, mas me faz companhia.
Trem sem trilho, que não tem destino nem caminho, como poderás percorrer o trajeto que não lhe foi proposto? Desgoverna, acelera, se perde, não chega a lugar nenhum.
Uma metade sem outra metade. Uma moeda só com cara, sem coroa, eu me sinto como um furacão de ventos contrários.
Nem sonhos, nem pesadelos. Não me lembro de dormir e acordar com gosto de um sonho bom. Acho que nem sonho mais. Quase me afundo na realidade tentando acreditar que faça algum sentido, mas onde mais eu poderia encontrar um sonho se não na vida real?
Nessa ganância sem conquistas, me sinto sozinho de novo. Me completo das metades dos outros, me divido mais do que me multiplico, permaneço sem rumo e destrilhado, desgovernado numa rota perdida. Me objetivo a ter objetivos e acabo me perdendo sem nunca ter me encontrado.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva
Postado por Gabrielle Pires Silva às 12:17

23 comentários:

Andressa França disse...

" Me objetivo a ter objetivos e acabo me perdendo sem nunca ter me encontrado."

Sou mais seus textos, frases... do que desses loucos que já morreram! ahahha

Você é uma filósofa menina!

Anônimo disse...

gostei , continua assim que eu ainda te mostrarei para o mundo todo !

Thais disse...

Até os que não se encaixam podem encontrar outros que não se encaixam, ou seja, por mais que seja difícil a compreensão do que eu acabei de dizer (wtf Thais???) todo mundo encontra um lugar, um alguém... um "trem" que o leve até o seu destino, sem que você de fato saiba.
Curti muito, viu?

Ps: Lembrei de Trainwreck, da Demi! <3333

Renata Chaves disse...

'Me objetivo a ter objetivos e acabo me perdendo sem nunca ter me encontrado.'

amo seus textoss..

Ozimar Cabral disse...

"As metades são cúmplices, têm silencio e som, têm a luz do sol e o brilho da lua. Duas metades,duas almas gêmeas, que não são iguais e por isso se completam, se encaixam, se atraem, se complementam e se unem no amor. Somos fracos e fortes, medo e desejo, guerra e paz, tristeza e alegria, tudo e nada...Mas no amor somos amor e amor & amor com amor... Como o fogo precisa do ar, como a terra precisa da água,eu preciso de você e de seu amor!" (Maykira)

Beijão Gabi

João Octávio disse...

Seus textos são maravilhosos. Você consegue fazer textos tão simples e ao mesmo tempo mexer com sentimentos tão complexos!

Bjos.

Thaís Lima disse...

"Afinal onde está o meu lugar?
Ao lado de novos sorrisos, novos corações e novas aventuras, palpito uma chegada. Penso descobrir o que ansiei, mas logo perco-me novamente no vazio que não me preenche, não me invade, mas me faz companhia."
Amei mais uma vez né!! s2

Lorena Sampaio disse...

Perfeito perfeito *-*
Assim como todos os outros..
Parabéns!

Bruno Reynaud disse...

"Me objetivo a ter objetivos e acabo me perdendo sem nunca ter me encontrado."

Sem mais...

Parabéns!

Mayara Regalo disse...

"Ao lado de novos sorrisos, novos corações e novas aventuras, palpito uma chegada. Penso descobrir o que ansiei, mas logo perco-me novamente no vazio que não me preenche, não me invade, mas me faz companhia."

Você tá ficando cada vez melhor nisso, Gabizinha!
Escreve pensando em mim né? hahahaha
Um beijo

Laila Saltoris disse...

gente, que profundo!
parece texto desses filósofos famosos! haha
muito bom mesmo, Gabi!
parabéns!!

Le Alices disse...

escrevendo sempre bem, hein?

Gustavo disse...

Muito bem trabalhado !

"Uma metade sem outras partes. Desencontrei-me das partes que me encaixam"

o unico jeito é encontrar uma "cara metade"

Marcelle Braga disse...

Um de seus melhores, muito profundo, muito inspirador. Acho que a palavra certa é: Intenso. Parabéns, Gabi, muito bom e muito bonito! De verdade... Me identifiquei com essa parte: " Penso descobrir o que ansiei, mas logo perco-me novamente no vazio que não me preenche, não me invade, mas me faz companhia." Adorei, beijo :)

Raquel Borges disse...

"e completo das metades dos outros, me divido mais do que me multiplico, permaneço sem rumo e destrilhado, desgovernado numa rota perdida. Me objetivo a ter objetivos e acabo me perdendo sem nunca ter me encontrado." demais, arrasou como sempre!

Anônimo disse...

"Ao lado de novos sorrisos, novos corações e novas aventuras, palpito uma chegada. Penso descobrir o que ansiei, mas logo perco-me novamente no vazio que não me preenche, não me invade, mas me faz companhia. "
adoreeei gabi *-*

Raphael Bonzi disse...

Que bonito! Gostei dessa frase aqui " Uma metade sem outra metade. Uma moeda só com cara, sem coroa, eu me sinto como um furacão de ventos contrários."
FILÓSOFO! hahaha XD

Giulia disse...

"me tornei a única pessoa sem outra metade."
Me apaixonei no primeiro parágrafo. Senti até vontade de não chegar ao final.

Parabéns! Ta muito bom mesmo.

Jaci Macedo disse...

A gente passa a vida em busca dessa parte de nós que sempre falta. E um dia a gente acha e tudo vai fazer sentido.

beijos, coração.

Lagostinha disse...

Um dia você pode ficar famosa por suas sábias palavras tão fáceis de fazer com que as pessoas se identifiquem.
Adorei o texto, muito a sua cara, muito peixes. Apesar de não me identificar com ele, pude sentir muito de você.

Parabéns, sempre <3

rejane disse...

oie? adorei o blog e o post muito lindo...se puder visitar o meu ou seguir ficara muito agradecida....feliz natal...abraços....e... bjos

Igor disse...

Sem dúvida é mais um excelente texto ! Fiquei, infelizmente, sem ler seus textos durante um tempo, porém me recordo muito bem de como você é grande quando escreve e pude notar isso novamente com esse texto. Esse potencial que possui, colocar no papel algo imaterial, reflete na ótima pessoa que você é. Vejo essa sua qualidade como algo diferente e muito relevante, uma vez que são poucos aqueles que conseguem exteriorizar o seu interior e, menor ainda, é o número dos que fazem isso de forma escrita. Assim, venho a acreditar que, também devido a essa sua imensa qualidade, você recebe uma consideração de várias pessoas aqui no seu blog, uma consideração que é muito difícil de ser dada no mundo individualista e materializado de hoje, essa consideração é chamada de verdadeira amizade ! Em últimas palavras, desejo que você tenha um ótimo 2012 e que continue escrevendo mais textos, pois dessa forma, tenho certeza que você continuará sendo essa pessoa espetacular.
Mandinha, tenha um ótimo ano novo, pode ter certeza que continuarei esse ano ao seu lado, te ajudando sempre que precisar.
Com muito carinho
Igor

gabrielafortunato disse...

"Uma metade sem outras partes. Desencontrei-me das partes que me encaixam, do que me preenche e me tornei a única pessoa sem outra metade.
Vago na estrada mais longa sem nenhuma perspectiva de chegada, sem saber a hora da parada. Afinal onde está o meu lugar?"
Essa parte é a minha cara! haha
Parabéns Gabizinha, mais um ótimo texto! (:

Postar um comentário