domingo, 7 de agosto de 2011

Meu erro

Escrevo promessas em um pedaço de papel e não te entrego por medo de não cumprir. Corro, dou voltas e prometo que mudarei meu comportamento. Ciclos infinitos. Mesmos erros, mesmos arrependimentos. Mesma mágoa boba.
Escrevo pedidos de perdão, não entrego por que não estou arrependida. Não por completo. Ainda poderia errar por umas cem vezes e sentir a culpa da luxúria que me aprisiona no sabor do que é chamado de revide. 
Entorpecida. Entorpecida pelas coisas mais aleatórias e menos plausíveis. Rio de mim mesma pela culpa do fracasso. Mas ainda culpo você, por falta de opção ou de caráter.
Rodo o mundo em busca das respostas para encobrir nossos erros. Encontro novas perspectivas em novas pessoas, me sinto menos culpada, menos vítima. Prefiro vitimar-me para que me esconda do meu erro. Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver.

Escrito por: Gabrielle Pires
Postado por Gabrielle Pires Silva às 15:03

14 comentários:

Mariana Mana disse...

"Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver." Lindo, disse tudo ... Parabéns ... é incrível, como eu me acho em cada palavra de seus textos ...

Pedro Nigro disse...

Não sei quem está mais confuso, você ou eu ?! hahahahaha Só seus textos para me lembrar da realidade da confusão que é a minha vida. Excelente texto, parabéns.

Giovanne Joannes disse...

muuito bom criança, sempre com textos ótimos! :D

cv disse...

"Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver." muito muito muito bom, gostei!

beijoos linda!

Carvalho Silva. disse...

"Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver." Incrivél como me identifiquei com esse, acho que todas nós , temos esse 'erro' em comum .. Muito Bom ! Fico Lindo.. (:

Clarinha disse...

me vejo demais em seus textos, são simplesmente maravilhosos !

Bjs
http://maviealeatoire.blogspot.com/

Laila Saltoris disse...

lindo, lindo, lindo, lindooo..
como vc consegue cara?!
mais um texto maravilhoso! *-*
parabéns minha liinda!

Anderson C. Ribeiro disse...

Tenho errado tanto que nem busco mais entender da onde vem meu erro, infelizmente faço como você disse deixo-os em uma parte minha que ninguém possa ver, e acho que com isso deixo de ser sincero comigo mesmo. Teu texto me ajudou muito.

Obrigado!
Parabéns ;D

Ana Neves disse...

Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver.


liindo migs, parabéns!

Giulia disse...

"Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver." Seus finais sempre me surpreendem.

Adorei vc ter postado esse texto (;

Parabéns, bebe

Marcelle Braga disse...

Já conhecia, haha... Amooo!
Esse é outro que não posso tirar uma parte de destaque, me vejo em cada linha, cada palavra. Me identifico 100% rsrs Maravilhoso e muito sábio! Parabéns, amor!

Mayra Nakano disse...

"Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver."

mais um de seus textos que eu me identifiquei muito ! rs
parabéns gabi , muiito lindo *-*

Vagner disse...

" Ainda poderia errar por umas cem vezes e sentir a culpa da luxúria que me aprisiona no sabor do que é chamado de revide."

Tão forte quanto uma dose dupla de tequila... Alguém somente como você poderia escrever isso...
beijao linda

gabrielafortunato disse...

"Rodo o mundo em busca das respostas para encobrir nossos erros. Encontro novas perspectivas em novas pessoas, me sinto menos culpada, menos vítima. Prefiro vitimar-me para que me esconda do meu erro. Mas meu erro insiste em permanecer em uma parte minha, que ninguém mais pode ver."

Não tem como não me identificar com seus textos.. haha
Adorei Gabi, mais um!

Postar um comentário