quinta-feira, 28 de janeiro de 2010
Olá a todos os leitores!
Hoje, vou mudar um pouco. Postarei dois textos totalmente diferentes um do outro. Um mais pessoal e um mais reflexivo. Só para dar uma variada haha. Mais uma vez, obrigada a todo mundo que coopera e me elogia, e boas-vindas aos novos leitores, que eu sei que surgirão (yn)

Dois Lados

Tudo tem um lado bom e um lado ruim. Eu não sou diferente da regra. Se você é o

que você faz, eu sou poesia, risadas, amizade verdadeira, fotos, musicas de amor e conversas no telefone. Se você é o que você come eu sou chocolate, batata frita e milk-shake. Se você é o que você sente

eu sou o amor e o perdão. Não adianta de nada se definir, sempre estará faltando um detalhe que faz toda a diferença. Mas é normal que haja curiosidade e enquanto houver você poderá ler meus textos e minhas reflexões que transparecem quem eu sou e o que eu sinto. É um tanto difícil acreditar, que eu, uma menina que vive tirando mil fotos e vive rodeada de amigos, tenha sérios problemas de auto-estima e na maioria do tempo, não me sinta especial pra ninguém e em nada do que eu faço. Não é normal que eu sinta isso, e nem que você acredite, porque eu não aparento ser assim. Não estou fingindo ser outra pessoa, apenas me escondendo em outras qualidades que possuo. Ou não. Talvez eu não saiba muito bem o que estou dizendo, esteja soltando palavras tentando expressar algo que têm sido guardado, algo que não tem importância pra você. Mas se eu sou tudo o que eu penso, eu também sou todas essas confusões. Eu não me imagino daqui a alguns anos, simplesmente porque não sei o que quero fazer, nem quem eu quero ser. Eu não me imagino sem aqueles que estão comigo hoje, embora eu já devesse estar acostumada a perder amigos. O futuro não é muito conveniente para uma mente que anda tão confusa quanto a minha, mas talvez fugir dele vá fazer tudo se tornar mais confuso depois. Eu simplesmente estou vivendo a vida, sem saber o porquê das perguntas que sempre fiz. Tá tudo diferente agora, mas eu sempre quis uma mudança.

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)

Regras de uma Sociedade Hipócrita

Escute mais, faça menos barulho, controle seus impulsos, siga as regras, esteja na linha, fique ligado, seja consciente, não beba, não fume, não morra. Não perca o juízo, não desobedeça seus pais, não deixe que te façam abaixar a cabeça. Não roube, não inveje, não minta, não ria dos outros. Não cuspa pra cima, não se gabe de suas vitorias. não entregue as pessoas, não magoe, não deixe o orgulho acabar com as suas amizades e os seus relacionamentos. Não traia, não fuja, não se meta em confusões. Não faça nada que eu não faria

Escrito por: Gabrielle Pires Silva (tequila)



Postado por Gabrielle Pires Silva às 21:15

13 comentários:

Alinne disse...

O primeiro texto mostra toda a sua essência netuniana. HAUAHAU. Totalmente confusa. Tinha que ser minha peixinha =D

É muito legal ler textos assim, porque são muito sinceros. Há poucas coisas mais concretas do que a existência de tantas contradições e confusões na cabeça dos seres humanos. ;D

Te amo, linda <3

Victoria disse...

Me identifiquei bastante com o primeiro texto. Também tenho sérios problemas de auto-estima hahaha. E o segundo texto também é muito bom, serve pra mim tambem: sou muito impulsiva, não sigo regras, sou orgulhosa.. haha, enfim, mais uma reflexão através dos seus textos. Hehe, beijos :)

Carlos disse...

"problemas de auto-estima e na maioria do tempo, não me sinta especial pra ninguém e em nada do que eu faço"

sei como se sente, me sinto do mesmo jeito as vezes..cheio de amigos e tal..mas as vezes tão vazio.

a cada dia me surpreendo mais com suas palavras, seus pensamentos,vc realmente é excessão gaby.

bjs

C. Azevedo disse...

E ai, coração, tudo bom?!
É a primeira vez que eu passo por aqui e tenho que dizer que virei teu fã, na moral;

Você escreve tão bem, mesmo sendo nova e tal. Em muitas coisas eu me identifiquei com voce, tambem adoro fotos, mesmo não gostando tanto de aparecer nelas...e em relação a "se sentir especial" , voce é especial, sunshine! Todos somos especiais!

Relaxe em relação a nao saber o que fará dauqi a algum tempo, a maioria não sabe, eu e voce fazemos parte dela!

Não beba, não é saudável!

C.Azevedo
www.ograndeurso.blogspot.com

Cliff disse...

Vendo isso pude ver que não sou mesmo hipócrita :P rs.
passa no meu? www.ruasdeinverno.blogspot.com

Julia. disse...

Nosssa gostei muito do primeiro texto, parabéns pelo sucesso! bjsbjs

Daniela disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Daniela disse...

como sempre, adorei seus textos !
em relação ao primeiro sem comentários, é tipo aqueles textos que você se arrepia lendo, bom pelo menos foi o que aconteceu comigo, simplismente adorei..
creio eu que no segundo você propôs aquelas regras, mas supondo não usa-las, de acordo com o título...

sharon ♥ disse...

nossa Gabi, tá lindo mesmo ! Você escreve muito bem e com o coração, assim vai longe :D

Bruno Reynaud disse...

Não existe se definir, bom mesmo é ter liberdade pra mudar. Pois como já diz o ditado, quem se define se limita. Belo texto, tudo tem seu lado bom e ruim, isso se chama teoria da relatividade, pois na verdade tudo depende do ponto de vista. E o meu é Sociedade Atual = Hipocresia

Victor Faria disse...

Parabéns pelo seu blog e obrigado por dar uma passada no meu!

l a l a h disse...

Eu também não sei me definir e sou uma confusão.
As regras da sociedade que você escreveu tão certinha... ainda bem que eu desobedeço algumas.

Rui disse...

Sim, somos tudo o que pensamos, fazemos, falamos... e somos um monte de coisas que nem temos idéia.
Todo mundo tem problema com a auto-imagem, ou se sentem demais, ou se sentem de menos
acredito que o ponto chave deve ser buscar o equilibrio
nao se sentir demais e nem de menos
uma hora achamos o nosso caminho
o importante é se auto-conhecer

sobre o segundo, concordo rs
que bom se toda a sociedade se comportasse assim
será ótimo
belo blog

Postar um comentário